QUANDO PROCURAR POR UM ADVOGADO CRIMINALISTA?

Qualquer pessoa está sujeita a cometer um crime, ainda que sem intenção. Nesses casos, para garantir que todos os seus direitos sejam respeitados e conseguir uma boa estratégia de defesa, é necessário obter o auxílio de um advogado criminalista.

Em muitas situações, as pessoas que precisam de um representante legal são mal instruídas, e acabam indo atrás de qualquer pessoa da área do Direito. Mesmo sendo um conhecedor das leis, ainda assim, um especialista na área criminalista é melhor para a defesa do acusado.

Isso porque ele tem o conhecimento técnico sobre o Direito Penal, sendo responsável por fazer a lei ser cumprida, assegurando os direitos dos seus clientes, buscando a justiça e preservando a integridade do acusado, independentemente se ele for inocente ou não.

Em quais casos o advogado criminalista pode ser acionado?

Esse especialista, em geral, é contratado em três tipos de situação distintos:

  • Quando se é acusado de um ato ilícito;
  • Ao ser vítima de algum crime;
  • Em casos nos quais a pessoa figura como testemunha ou informante;

Há diversos tipos de violações de leis que, se cometidas por pessoas físicas ou jurídicas, levam a penalidades. Os tipos de crimes variam, como os sexuais, ambientais, econômicos, estelionatos, fraudes, tráficos, e  homicídios, apenas para citar alguns.

Assim, vão desde crimes mais simples até os considerados mais graves, como os hediondos e aqueles dolosos contra a vida.

Independentemente da gravidade do delito, todos os cidadãos acusados ou que sejam vítimas têm seus direitos assegurados pela Constituição Federal. Afinal, nosso ordenamento jurídico prevê que todos têm direito à ampla defesa e ao devido processo legal.

Desse modo, para que um julgamento ocorra de forma correta, é necessário que tenha acusação e defesa. Quando há condenação, o réu recebe a sua pena de acordo com a legislação.

O papel do advogado criminalista é assegurar que essa pena seja, no mínimo, justa, caso não consiga a absolvição do réu. Também existe a possibilidade de ele atuar como assistente técnico do próprio Ministério Público, quando contratado pelo ofendido ou seu familiar.

Em ambas circunstâncias, a atuação e o acompanhamento do processo pelo advogado criminalista é essencial.

Áreas de atuação

 Há diversas opções de área onde um advogado criminalista pode atuar, sendo elas:

  • Advogado particular: normalmente atua como advogado de defesa, visando proteger os interesses dos seus clientes, tentando diminuir as penalidades e o tempo de detenção;
  • Delegado de justiça: são responsáveis por gerenciar a delegacia, abrir inquéritos, conduzir investigações e perícias na Polícia Civil. Já na Polícia Federal, atua na investigação e seleção de provas, junto com outras organizações;
  • Juiz criminal: são responsáveis por ouvir todas as partes e julgar os acusados com imparcialidade e neutralidade, assim como tomar decisões, analisar processos e realizar audiências, por exemplo;
  • Defensor público: nem todos os cidadãos conseguem pagar pelo serviço de um advogado. São nesses momentos que entram os defensores públicos, atuando com os mesmos interesses, podendo agir, também, em casos de emergência;
  • Promotor de justiça: é um funcionário do Governo que trabalha no Ministério Público, sendo responsável pela acusação em casos de julgamentos penais públicos contra o Estado ou crimes graves;

Um processo criminal passa por diferentes etapas, e ter um profissional atuando em prol dos seus interesses é fundamental. Se você está precisando de auxílio ou conhece alguém que esteja, sugerimos entrar em contato com a IRS Advogados.

Somos uma empresa com anos de experiência, atuando em diferentes áreas do Direito, com competência, amplo conhecimento da Lei e ética.

Compartilhe nosso conteúdo nas redes sociais