Planejamento previdenciário: entenda por que você deve fazer um

O planejamento previdenciário é uma ferramenta que pode possibilitar um aumento significativo do valor da aposentadoria e a concessão do benefício no menor tempo possível, além de proporcionar que o segurado saiba exatamente quando poderá se aposentar.  

Dessa forma, principalmente após a Reforma da Previdência, que foi muito prejudicial ao segurado, é essencial que todos realizem um planejamento previdenciário. Isso porque quanto antes o contribuinte começar a pensar no seu futuro, melhor será sua aposentadoria. 

Assim, se você deseja saber mais sobre como o planejamento previdenciário pode ajudá-lo, não deixe de conferir nosso artigo completo. Nele explicamos detalhadamente:

  • O que é planejamento previdenciário? 
  • Quem deve fazer um?
  • Como ele é realizado?

Boa leitura! 

Não deixe de conferir nosso outro artigo: Descubra como funciona a aposentadoria por invalidez

O que é planejamento previdenciário?

Conforme o próprio nome remete, o planejamento previdenciário é uma ferramenta que auxilia as pessoas a alcançar sua melhor aposentadoria através de uma estratégia desenvolvida com um estudo das informações do contribuinte. 

O planejamento previdenciário ocorre por meio de uma análise de toda a documentação do segurado, incluindo o histórico de contribuições, para identificar o perfil do contribuinte e definir qual será o seu melhor benefício.

Com uma análise aprofundada, é determinado o melhor momento para a aposentadoria e o que o segurado precisará fazer até chegar a esse momento, incluindo, com qual valor deverá contribuir e por quanto tempo.

Lembrando que existem várias modalidades de aposentadoria e que cada uma se destina a um perfil de contribuinte. Dessa maneira, o planejamento previdenciário é realizado de forma totalmente personalizada, visando encontrar o melhor benefício de acordo com as contribuições já realizadas e as futuras.

Quem deve fazer um planejamento previdenciário?

O planejamento previdenciário é indicado tanto para profissionais autônomos e facultativos quanto para os trabalhadores celetistas, ou seja, é recomendado para todos os segurados do INSS.

Somente a realização de contribuições direcionadas garante ao contribuinte o acesso ao seu melhor benefício.

Ademais, o recomendado é que tanto quem está perto de se aposentar como quem está longe faça o planejamento previdenciário.

Isso porque quem está às vésperas tem a possibilidade de identificar qual é o melhor momento para a aposentadoria e qual será o seu melhor benefício. Mas é importante lembrar que o melhor benefício nem sempre é o de maior valor. Por vezes, o benefício de menor valor concedido mais cedo é a melhor opção para o segurado. 

De contrapartida, o planejamento para quem está longe de se aposentar é essencial. Ele é quem irá direcionar o contribuinte e garantir que ele está fazendo o melhor para o seu futuro. Dessa forma, quanto antes for realizado, maiores as chances de o contribuinte atingir os seus objetivos. 

E não é só isso. Quem já recebe o benefício também pode revisar o valor recebido a título de aposentadoria para entender se esse é mesmo o seu melhor benefício e se existe a possibilidade de revisão. 

 

Como é realizado o planejamento previdenciário?

Conforme já mencionado, o planejamento previdenciário é realizado por meio de uma análise minuciosa do perfil do contribuinte. Em regra, isso ocorre por meio das seguintes etapas: 

  • análise o advogado responsável irá realizar uma análise documental das informações do contribuinte;
  • relatório   com base nos dados obtidos, o advogado irá desenvolver um relatório incluindo datas, valores e caminhos para os contribuintes chegarem aos seus melhores benefícios;
  • atendimento após isso, o advogado irá explicar ao contribuinte o relatório desenvolvido, suas possibilidades e o resultado apresentado pela sua análise, ou seja, qual seria o seu melhor benefício e quando ele será concedido. Além disso, o advogado também irá orientar o segurado com relação ao que ele deve fazer até a data da aposentadoria. 

O planejamento previdenciário é um trabalho complexo que demanda a análise de uma série de dados. Por essa razão, embora alguns contribuintes queiram fazer sozinhos, o mais recomendado é contar com o auxílio de um advogado especializado em Direito Previdenciário para realizar o planejamento e identificar as melhores possibilidades.  

Quer realizar o seu planejamento previdenciário ou saber mais sobre o assunto? Então, conte com quem entende para auxiliá-lo. Entre em contato agora mesmo com a nossa equipe de advogados especializados em Direito Previdenciário. 

Para ter acesso a mais assuntos como este, acompanhe nosso blog.

Compartilhe nosso conteúdo nas redes sociais